Corpo de Bombeiros realiza força-tarefa para acelerar vistorias e liberações de alvarás em Porto Alegre

114

19145327Segundo a Corporação, cerca de 1,2 mil procedimentos estão pendentes na capital

O Corpo de Bombeiros começa nesta quarta-feira uma força-tarefa chamada ‘Contagem Regressiva’, com o intuito de diminuir os prazos para a concessão dos alvarás de prevenção e proteção contra incêndios em Porto Alegre. Somente na capital, cerca de 1,2 mil procedimentos de vistoria liberação de alvarás estão pendentes.

Segundo o tenente-coronel Adriano Krukoski, comandante dos Bombeiros, a ação busca fazer Porto Alegre diminuir para menos de 90 dias prazo de vistoria, análise, e concessão de alvará. Atualmente, o procedimento chega a durar mais de 180 dias. Ao longo da manhã, cerca de 70 agentes da Corporação que integram outros setores participam de um treinamento e, durante a tarde, bombeiros irão visitar os locais para as vistorias.
O tenente-coronel Krukoski destacou que o objetivo é finalizar, em até dois meses, as pendências em vistorias na capital.

“Hoje, pela Lei Kiss, nenhum município pode emitir qualquer alvará sem o Corpo de Bombeiros. Houve uma grande procura de empresários, síndicos de condomínios e outros. Até porque a legislação atribui a responsabilidade em caso de sinistro ao proprietário. Isso foi inversamente proporcional ao efetivo de Corpo de Bombeiros, e isso foi gerando uma fila. Acreditamos que até o final do mês de junho, estejamos com as vistorias em dia em Porto Alegre”, afirmou Krukoski.

Além da força-tarefa formada, o 1º Comando Regional do Corpo de Bombeiros seguirá fazendo os atendimentos na capital. Além de Porto Alegre, uma ação semelhante vai ocorrer em Caxias do Sul, cujo Corpo de Bombeiros admite um prazo maior para a realização de vistoria e análise de espaços antes da liberação do alvará.

Fonte:Eduardo Paganella / Rádio Guaíba