Moção de Apoio aos Policiais Civis e Militares do Rio Grande do Sul

136

081008_sinpefrs3O Sindicato dos Policias Federais do Rio Grande do Sul, diante do caos instalado na Segurança Pública do Estado, vem a público denunciar, mais uma vez, o desmonte na estrutura da segurança pública promovida pelo atual Governo gaúcho.

Conhecido nacionalmente pela civilidade e paz social, o Rio Grande do Sul encontra-se refém da violência descontrolada, fruto da falta de comprometimento governamental para com o povo gaúcho e, sobretudo, para com os profissionais da Polícia Civil, Brigada Militar, SUSEPE e IGP, tratados com desprezo jamais assistido.

Com salários atrasados desde o ano passado, a maior falta de efetivo dos últimos 30 anos, promoções congeladas, é injusto cobrar dos policiais a dedicação e o empenho próprios de suas atividades.

A má vontade para buscar soluções daqueles que se apresentaram para administrar o nosso Estado é algo nunca visto. Contudo, percebe-se que, para custear as caras propagandas publicitárias divulgando as ações policiais, dinheiro não é problema.

O desmonte na segurança pública tem repercussões negativas também na atuação dos Policiais Federais, já que as estruturas voltadas ao combate da criminalidade são interligadas e o sucesso de uma esfera depende das ações das demais.

O Rio Grande do Sul não merece um governo descomprometido com a segurança dos gaúchos. Não podemos ficar inertes frente a tamanho disparate. O Sindicato dos Policiais Federais se solidariza aos profissionais da segurança pública e reafirma o seu apoio irrestrito às manifestações programadas para o dia 30.05.2016, que buscam alertar a população para a grave crise enfrentada por servidores cuja valorização é fundamental para a pujança do Estado.

Porto Alegre/RS, 27 de maio de 2016.

UBIRATAN ANTUNES SANDERSON

Presidente do Sindicato dos Policias Federais do RS – SINPEF/RS

SINPEF/RS