Guaiba: Piratini autoriza promoções de 2,1 mil servidores da BM e Polícia Civil

158

Palácio PiratiniMais de 2.1 mil agentes receberam o benefício por antiguidade ou merecimento

O Governo do Estado publicou no Diário Oficial desta sexta-feira as promoções de 2.186 agentes da Polícia Civil e da Brigada Militar (BM). Os benefícios são destinados tanto a servidores de nível médio quanto superior das instituições. No caso dos praças da BM e dos agentes da Civil, essas são as primeiras promoções desde o início da gestão de José Ivo Sartori.

Apesar de valorizar a medida, o presidente do Sindicato dos Escrivães, Inspetores e Investigadores de Polícia do RS (Ugeirm) lembra que investimento em estrutura e contratação de agentes aprovados em concursos são necessidades urgentes para a melhora da segurança pública.

“É o terceiro semestre que já estavam atrasadas as promoções. Elas saem no momento em que a Polícia estava muito tencionada. É reconhecer que o governo reconheceu seus erros. Não é que as promoções resolvam os problemas de segurança pública, mas é um ponto a mais para trilhar um caminho. Nós esperamos que o governador faça investimentos para a segurança da população gaúcha: ter infraestrutura e contratar policiais”, apontou Ortiz.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP) não há como prever as repercussões financeiras das promoções. Na BM, foram promovidos 175 oficiais e 881 servidores de nível médio. Na Polícia Civil, foram promovidos 46 delegados e 1.084 agentes.

Na última terça-feira, o governador garantiu, em entrevista coletiva, que anunciará novos investimentos para a área por conta do acordo firmado para renegociação da dívida do Estado com a União. O entendimento construído entre o presidente interino Michel Temer e os governadores, que ainda depende de aprovação do Congresso, vai proporcionar 100% de carência no pagamento das dívidas até o final de 2016. A medida representará um alívio aproximado de R$ 1,6 bilhão aos cofres do Estado, somente em 2016. Até a metade de 2018 o acordo representa cerca de R$ 4,6 bilhões de desaperto nas contas públicas do Rio Grande do Sul. As novidades são aguardadas para a próxima semana.

Fonte:Gabriel Jacobsen/Rádio Guaíba
CONFIRA AQUI
clique aqui Promovidos

 

http://corag.rs.gov.br/doe