Ação contra tráfico de drogas perto de escolas prende mais de 30 no RS

144
Presos foram encaminhados ao Denarc, e depois seriam encaminhados ao presídio (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Presos foram encaminhados ao Denarc, e depois seriam encaminhados ao presídio (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Segundo a Polícia Civil, foram fechados mais de 50 pontos de tráfico.
Mais de 100 escolas públicas e privadas em Canoas foram monitoradas.

Do G1 RS

Uma operação que reuniu cerca de 400 policiais em Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre, terminou com 36 presos – sendo 25 nesta quinta-feira (7) -, suspeitos de envolvimento com tráfico de drogas perto de escolas. A investigação já durava dez meses, e começou após denúncia de um pai que tem um filho viciado em drogas, segundo a polícia. Antes, outras 11 pessoas foram presas.

Mais de 100 escolas públicas e privadas da cidade tiveram as imediações monitoradas. “Foram investigadas mais de 500 denúncias anônimas e constatou-se uma grande demanda e colaboração da sociedade canoense em denunciar o crime de tráfico nas imediações de escolas”, afirmou o delegado Guilherme Calderipe.

Ainda segundo a Polícia Civil, mais de 50 pontos de tráfico foram fechados, e oito quadrilhas foram desarticuladas com a operação. Entre os presos estão gerentes, distribuidores de rua e vendedores de drogas.

O subchefe de Polícia, Delegado Leonel Carivali, salientou também que o tráfico de drogas está relacionado diretamente com outros crimes, como homicídios, roubos e furtos nas comunidades.

Os presos foram encaminhados ao Departamento de Investigações do Narcotráfico (Denarc). Depois, serão encaminhados ao sistema prisional.