Alto Uruguai registra defasagem de 58% do efetivo policial

122

coronel (12)Por Izabel Seehaber JORNAL BOM DIA

Situação é considerada uma das mais graves em todo o Estado

A informação foi repassada na tarde de hoje (6), pelo presidente da Associação dos Oficiais da Brigada Militar, coronel Marcelo Gomes Frota, que visitou o município de Erechim e a sede do 13 Batalhão de Polícia Militar.  Ele esteve acompanhado do vice-presidente da entidade, Cel. RR Marcos Paulo Beck e do Cel. Fernando Carlos Bicca.

Durante uma coletiva de imprensa, Cel. Frota comentou sobre o cenário preocupante no que se refere à segurança pública em todo o Estado. Segundo ele, é preciso uma visão diferenciada por parte do governo estadual e consequentemente mais investimentos, principalmente em recursos humanos.

Cel. Frota salientou ainda, que na região do Alto Uruguai é registrada uma das maiores defasagens de todo o Estado. “Polícia ostensiva na rua evita os diferentes crimes. A comunidade precisa nos ajudar a sensibilizar os políticos para fazer essa inserção imediata de policiais”, reiterou, citando ainda, que a atual crise da segurança pública, em que as pessoas não se sentem seguras para exercer qualquer atividade, é gerada na crise financeira. “O governo tem que fazer as suas escolhas que passam pelo clamor popular. Atualmente, nada é mais importante que segurança pública”, enfatizou.

No Estado há 196 cidades com menos de cinco policiais militares e dentre estas, há aquelas que contam apenas com um policial. “Infelizmente é uma tendência que os crimes de maior proporção sejam registrados nos municípios do interior e não somente nas capitais. A única maneira para reverter isso é realizando investimentos pesados no setor de segurança”, disse.

O presidente da Associação também reforçou que: “Não adianta dizer que vamos fazer mais com menos, pois isso é um discurso que não encontra amparo na realidade vivenciada no RS”.