Filho de homem que roubou arma e matou PM é solto, em Goiás

165
Brunno, de camiseta azul listrada, foi preso após briga em Itacaiu (Foto: Reprodução/ TV Anhanguera)
Brunno, de camiseta azul listrada, foi preso após briga em Itacaiu (Foto: Reprodução/ TV Anhanguera)

Polícia havia entendido que ele foi coautor e deveria responder por homicídio.
Vídeo mostra quando atirador pega arma do coldre e dispara; assista.

Paula ResendeDo G1 GO

O filho do homem que roubou a arma de um policial militar e o matou em Itacaiu, distrito deBritânia, na região oeste de Goiás, foi solto por decisão da Justiça. O caseiro Brunno Vieira de Sousa, de 29 anos, deixou o presídio de Aruanã na noite de sábado (9).

O crime ocorreu um dia antes, na noite de sexta-feira (8), quando dois policiais tentavam prender Brunno por se recusar a baixar o volume do som do carro. Em meio às discussões, o pai do caseiro, Ismael Pereira de Sousa, 49 anos, roubou a arma do sargento da PM Uires Alves da Silva e disparou diversas vezes contra o policial. Ismael foi morto em seguida pelo outro militar que atendia à ocorrência, o soldado Hélio Bezerra de Souza, que se feriu, mas sobreviveu.

Brunno foi solto após alvará de soltura expedido pelo juiz plantonista Luís Henrique Lins Galvão de Lima. A assessoria do magistrado enviou aoG1, às 13h34, a decisão sobre a situação de Brunno.

No documento, o juiz conclui que, pelo boletim de ocorrência da PM, o caseiro não empunhou arma nem alvejou os policiais. Além disso, por enquanto, não há prova de que ele aderiu de alguma forma à conduta de Ismael, que atirou contra os policiais. O magistrado ainda lamentou a morte do policial e a ferimento do outro militar.

O G1 tenta localizar a defesa de Brunno.

Crime
O delegado conta que a confusão aconteceu na segunda vez que os militares foram acionados para ir ao local. “O filho do Ismael estava com o som do carro muito alto. Os policiais foram lá e pediram para ele abaixar. Ele diminuiu e quando os agentes foram embora, ele aumento de novo. Os policias retornaram para prendê-lo e começou a briga”, disse ao G1.

Brunno era o dono do carro que gerou a reclamação por som alto. O vídeo que registrou o crime mostra quando o caseiro, que vestia uma camiseta azul listrada, aparece sendo imobilizado pelos policiais e colocado dentro do carro da PM. Uma mulher tentou impedir a ação, gritando que ele não tinha feito nada que justificasse a prisão.

Para evitar que o filho fosse detido, Ismael, que vestia camiseta branca e bermuda amarela, se aproximou pelas costas do sargento, pegou a arma que estava presa na perna do agente e atirou várias vezes na direção dos militares. Mesmo caído, Silva foi baleado novamente.

“Depois dessa situação, o outro policial militar, Hélio Bezerra de Souza, também foi baleado pelo Ismael, mas conseguiu atirar contra ele e mata-lo”, disse o delegado. Brunno foi atingido por um tiro na perna e tinha sido preso depois de receber atendimento médico.

Em nota, a Polícia Militar informou que será instaurado um procedimento administrativo para apurar os fatos.

sargento da Polícia Militar Uires Alves da Silva, Goiás (Foto: Reprodução/ TV Anhanguera)
Sargento da Polícia Militar Uires Alves da Silva morreu no local (Foto: Reprodução/ TV Anhanguera)

PM ferido
O soldado Hélio Bezerra de Souza também foi atingido está  internado no Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), onde passou por cirurgia. Segundo boletim médico divulgado na manhã deste domingo (10), o quadro dele é estável, mas não há previsão de alta.

Segundo a filha do policial, a funcionária pública Hennida Souza, o pai trabalhava há 5 anos com Silva. Ela contou que Souza está abalado e se sentindo impotente por não ter salvado a vida do amigo.

“Ele está muito abalado com isso, se sentindo impotente e até mesmo culpado por não ter conseguido salvar o amigo, mas a gente viu no vídeo que o policial foi pego totalmente de surpresa, em um ato de covardia”, revelou Hennida.

PM morre após ter arma roubada e ser baleado, em Itacaiu, distrito de Britânia, Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
PM morre após ter arma roubada e ser baleado, em Itacaiu (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)