Correio do Povo: Comandante da BM garante que alguém será responsabilizado por PMs baleados

119

whatsapp_image_2016-08-07_at_17.31.43_1Tiros atingiram soldados que estavam em viatura discreta em Porto Alegre

O incidente que terminou com dois soldados do Serviço de Inteligência (P2) do 20º Batalhão da Brigada Militar (BM) feridos a bala na zona Norte de Porto Alegre está em processo de investigação. Segundo o comandante-geral da BM, coronel Alfeu Freitas, a ações necessárias para apurar o episódio foram tomadas e garantiu que alguém será responsabilizado.

“O que nós temos é que houve um problema de comunicação entre duas guarnições e todas as medidas foram tomadas para nós buscarmos as circunstâncias e os responsáveis. Queremos saber o que motivou os disparos e se as viaturas ostensivas e discretas adotaram os procedimentos corretos na ação. Houve um problema e alguém deve ser responsabilizado”, disse Alfeu Freitas.

O coronel destacou, no entanto, que não se pode julgar a situação de maneira precipitada. “Há uma série de problemas acontecendo e, quando soubermos de todo o cenário esclarecido, aí vamos solucionar. Nunca houve ordem para atirar antes e perguntar depois. Não vamos condenar ninguém antes de esclarecer o que aconteceu”, explicou Alfeu Freitas.

Freitas tentou tranquilizar a população ao argumentar que a BM é preparada para qualquer tipo de abordagem. “Não sei o que houve e, talvez, para os policiais que estavam na viatura ostensiva, as pessoas que estavam no outro carro discreto pareciam ‘meliantes’. Houve um problema e um erro, mas a BM não sairá atirando em qualquer um. Não podemos é julgar com antecipação”, reiterou.