47° Operação Golfinho encerra suas atividades

123

Ocorreu neste domingo (05/03) o encerramento das atividades da 47° Operação Golfinho. Dessa forma, a partir de amanhã (06), não haverão salva-vidas nas guaritas atuando na prevenção e em possíveis salvamentos.

Portanto, quem passava pela orla pôde notar que todas as guaritas estavam com as 4 bandeiras hasteadas, representando o término da presente edição, diferentemente do que ocorre nos demais dias quando somente a bandeira indicativa das condições do mar é hasteada (que neste domingo foi a mais alta), e a bandeira azul em casos de pessoas perdidas.

O Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul ressalta a importância dos inúmeros cuidados que devem ser tomados, principalmente sem a presença de salva-vidas:

– Lembre-se: o mar requer cuidado. A principal recomendação para garantir sua segurança é ter percepção de risco e assumir uma postura preventiva.
– Seja prudente. Não superestime sua capacidade de nadar.
– Em água doce ou salgada, procure locais rasos e sem correnteza.
– Crianças exigem cuidado redobrado. Fique sempre ao lado delas.
– Não tente salvar pessoas vítimas de afogamento sem estar habilitado. Neste caso, lance algum objeto que a ajude a flutuar e acione o Corpo de Bombeiros pelo telefone 193.
– Objetos flutuantes (boias e pranchas) passam falsa impressão de segurança. O ideal é optar por um colete salva-vidas.
– Antes de mergulhar, certifique-se da profundidade. Um acidente pode provocar sequelas irreversíveis.
– Nunca nade após ingerir bebidas com álcool, alimentos ou se estiver passando mal ou com frio.
Cuidado com a vida, responsabilidade é fundamental.
LITORALMANIA