RJ: Número de fuzis apreendidos em fevereiro no Rio é 200% superior ao mesmo mês de 2016

152

Delegacia especializada em repressão a armas e explosivos será inaugurada hoje

POR GUSTAVO GOULART O GLOBO

RIO – O número de fuzis apreendidos em fevereiro deste ano na capital fluminense foi três vezes maior do que o do mesmo mês de 2016. Foram 27 em fevereiro de 2017 contra nove no mesmo mês do ano passado. Um aumento de 200%, segundo dados do Instituto de Segurança Pública (ISP).

Somando os dois primeiros meses deste ano, foram 52 apreensões de fuzis. Já em janeiro e fevereiro do ano passado, foram apreendidos 28 – um aumento de 85%.

Nos dois primeiros meses deste ano foram apreendidas 569 armas de vários tipos na Baixada Fluminense, na capital, na Grande Niterói e no interior. Em 2016, foram 768 armas ou 199 a mais.

ESPECIALIZADA EM ARMAS

Nesta quinta-feira, a Polícia Civil voltará a ter uma unidade especializada em investigações sobre a origem das armas que chegam ao estado. Em substituição à Delegacia de Repressão a Armas e Explosivos (Drae), desativada em 2011, a Polícia Civil inaugura a Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme), que ficará sediada na Cidade da Polícia, no Jacaré. A especializada terá como delegado titular Fabrício Oliveira, que era delegado assistente da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core).