Rádio Guaíba: BM perdeu seis policiais desde janeiro; mortes ocorreram fora de serviço

233
Bruno Engroff era policial militar e trabalhava em Novo Hamburgo; ele estava de folga e tinha ido a Campina das Missões para visitar a mãe

No fim de semana, soldado de NH morreu esfaqueado, em Campina das Missões, ao tentar apartar briga em um bar

Pelo menos seis policiais militares do Rio Grande do Sul morreram fora de serviço, desde o início de 2017. Conforme a Brigada Militar, que forneceu o levantamento, nenhum PM morreu em serviço entre janeiro e o fim de maio.

Nesse domingo, a corporação computou a sexta baixa. O soldado Bruno Scholl Engroff, de 24 anos, do 3° Batalhão de Polícia Militar (BPM), de Novo Hamburgo, morreu ao levar uma facada no peito na cidade de Campina das Missões, na região Noroeste. Engroff fazia visita a parentes quando tentou apartar uma briga dentro de um bar. O PM chegou a ser encaminhado ao Hospital de Santa Rosa, mas morreu antes do atendimento. A mulher suspeita de ter cometido o crime foi presa em flagrante. No verão, o soldado havia atuado como salva-vidas na Operação Golfinho. Em nota, a Brigada Militar lamentou a morte (veja nota abaix0).

Os outros cinco óbitos decorreram de fatores diferentes. Em 23 de janeiro, o sargento da Brigada Militar Edir Hendges Welter, de 47, morreu baleado ao reagir a um assalto no bairro Pio X, em Caxias do Sul.

Em 7 de março, o soldado Renan Soares Bruno, de 25 anos, morreu afogado em um açude durante uma pescaria no interior de São Francisco de Assis.

Já o sargento Dácio da Silva Costa, ligado ao Comando de Policiamento da Capital (CPC), morreu de causas naturais, em 18 de abril.

Em Capão da Canoa, o soldado Gustavo Dal’toé Vieira, de 23, do Pelotão de Operações Especiais do 2º Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas, morreu em um acidente de trânsito, em 11 de maio. A motocicleta que ele conduzia bateu contra uma caminhonete na avenida Paraguassu.

Quatro dias depois, em 15 de maio, a sargento Rita Correa Vieira, de 39 anos, cometeu suicídio dentro do alojamento do batalhão na Penitenciária Estadual do Jacuí (PEJ), em Charqueadas.

Confira a nota da BM após a morte do soldado, nesse fim de semana:

É com imenso pesar que comunicamos a morte do Soldado Bruno Scholl Engroff, fato ocorrido na cidade de Campina das Missões, neste domingo (28/5).

O sd Engroff era natural daquela cidade e lotado no 3° Batalhão de Polícia Militar em Novo Hamburgo.

Que Deus conforte o coração de seus familiares e de toda família brigadiana.

Fonte:Rádio Guaíba