JORNAL HOJE: Viaturas da BM e Força Nacional abrigam mais de 30 presos em Porto Alegre

586

São 36 em 11 viaturas e no ônibus Trovão Azul, transformado em cela provisória. Alguns esperam por vagas há 10 dias.

Onze viaturas da Brigada Militar e Força Nacional estão paradas próximas do ônibus Trovão Azul, transformado em cela temporária, em um terreno na Zona Norte de Porto Alegre durante a manhã desta quarta-feira (7).

Os veículos servem de abrigo para 36 presos que aguardam por vagas no sistema prisional gaúcho. Alguns dos presos estão no local há 10 dias.

A Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) diz que servidores trabalham para a redução dos índices de presos que aguardam em delegacias por vagas no sistema prisional. Para isso são realizados monitoramentos diários junto às unidades prisionais para identificar presos que possam progredir de regime abrindo vaga para uma outra pessoa.

“O encaminhamento para a liberação da vaga é sem limite de horário. A busca é incessante para que presos não fiquem nas delegacias de polícia, o que ocorre devido à superlotação dos presídios e aumento do número de prisões nos últimos 24 meses, de mais de seis mil pessoas”, finaliza o comunicado divulgado pela superintendência.

O secretário estadual de Segurança Pública, Cezar Schirmer, chegou a anunciar a desativação do Trovão Azul após o veículo ser levado para o estádio Olímpico, mas depois explicou que o processo seria gradual.

Conforme a Secretaria de Segurança Pública (SSP), a desativação do Trovão Azul depende da liberação de mais 200 vagas no Presídio de Canoas, na Região Metropolitana. Para isso, está sendo finalizada a formação de 720 agentes penitenciários.

A liberação das vagas está prevista para acontecer em julho. Junto a isso, a secretaria afirma que outros processos estão em andamento para diminuir o déficit carcerário.