PM e esposa são mortos em Tramandaí

172

PM da reserva e esposa são mortos em Tramandaí

Vítimas tiveram a residência invadida e corpos foram encontrados em porta-malas de veículo

Por: Pedro Quintana

Um policial militar da reserva e a esposa dele foram executados, no final da noite desta quarta-feira (7), em Tramandaí. A polícia foi chamada pouco antes de 0h até a Rua Honório Lemos, no Bairro São Francisco 2. Os corpos das vítimas foram encontrados com marcas de tiros na cabeça no porta-malas de um Ágile branco, de propriedade do policial militar.

De acordo com a Brigada Militar, a residência do casal foi invadida pelos criminosos, que levaram as vítimas como reféns no carro. No caminho, eles decidiram executar as vítimas. A polícia não descarta que o caso se trate de um roubo e que o policial tenha sido morto por ser PM.

As vítimas foram identificadas como Deoclécio Santos Silveira Filho, natural de Santiago, e Maria Márcia dos Santos Duran, de Canoas. A Polícia Civil investiga o caso. Até o momento, ninguém foi preso.

*RÁDIO GAÚCHA