A PLATEIA: A elite da tropa do 2º RPMon se reforça

440

Entre os integrantes, mais uma mulher passa a fazer parte desse efetivo, somando-se a outras duas que já estão no POE

O Pelotão de Operações Especiais (POE), do 2º Regimento de Polícia Montada (2º RPMon) da Brigada Militar em Santana do Livramento, está reforçado. Nessa sexta-feira, o POE, a elite da tropa da Brigada Militar na cidade, integrou três novos policiais para seu efetivo.
A semana foi de treinamento puxado. Os três novos membros do POE – Soldado Marcelo, Soldado Rodrigo e a Soldado Ribeiro – passaram por etapa de qualificação para serem efetivados nessa tropa da elite do policiamento em Santana do Livramento. Como destacaram os soldados em entrevista ao Jornal A Plateia, a semana foi cansativa, os treinos duros, mas sempre buscando o aperfeiçoamento de suas técnicas e, o mais importante, passar conhecimento sobre formas diferenciadas de abordagem e enfrentamento de distúrbios civis.
Já preparados para a rotina do dia a dia policial, o grupo recebeu instruções para lidar com situações em que o “choque” da Brigada Militar é acionado por possuir modos especializados para lidar em momentos de tensão, por exemplo.
O Tenente Ruisdias, comandante do POE do 2º RPMon, também se manifestou sobre a semana de treinamentos que foi finalizada com ato no auditório do Regimento para a integração formal dos novos soldados.
“Tivemos a honra de receber três novos integrantes para o Pelotão, a soldado Lisiane Ribeiro, o soldado Rodrigo e o soldado Marcelo, que desde segunda-feira fizeram o nivelamento com as técnicas, instruções e treinamentos do Pelotão de Operações Especiais do 2º RPMon e estão aptos agora para integrar o grupo e prontos para o serviço. Quem ganha com isso é a comunidade santanense, com certeza”, afirmou.
Sobre o processo de ingresso dos brigadianos no POE, o Tenente Ruisdias disse:
“A gente avalia os policiais, qualquer um pode vir para o Pelotão, pois somos todos brigadianos. Eles vêm conforme o perfil específico para exercer essa função, que exige um pouco mais de sua atividade física e controle psicológico em situações de alto risco. Eles tiveram toda uma preparação nesta semana, onde o policial militar foi submetido a exercícios, ao cansaço e a como responde a tudo isso em seu lado psicológico”, informou.

Soldado Rodrigo

“Para nós é uma honra poder participar deste seleto grupo. Esta semana foi para aprimorar os conhecimentos e também para ter mais noção do trabalho específico do POE, como controle de distúrbios civis, que exige uma técnica mais qualificada, conhecimento de granadas, tipos de armamentos específicos, formas de abordagem, técnicas que precisamos aprimorar e ter mais conhecimento. É uma honra participar deste grupo e vamos dar o melhor de cada um”.

Soldado Ribeiro

“A semana foi cansativa, mas foi necessária para o aprimoramento. Tenho a honra de estar neste grupo agora, agradeço ao Tenente por ter me escolhido, fazia algum tempo que tinha interesse em entrar para o POE”.

Soldado Marcelo

“Daqui para diante meu trabalho na Brigada Militar, no POE, vai ser de usar tudo o que me foi passado na semana, os conhecimentos que obtive para somar com a comunidade. A semana foi bastante desgastante, mas com muito êxito, nos passaram muitos conhecimentos que, a partir, de hoje vou dar o melhor de mim no Pelotão”.

 

Por: redacao@jornalaplateia.com