Profissionais representam o Vale na competição “Bombeiro de Ferro”

447
Competição “Bombeiro de Ferro” acontece todos os anos – Divulgação

Equipe ficou em quarto lugar ao passar por provas de resistência e capacidade técnica

O Informativo do Vale

Vale do Taquari – Todos os anos, a competição “Bombeiro de Ferro” reúne militares de várias cidades gaúchas em provas individuais e coletivas que exigem força, determinação, autocontrole e espírito de equipe. Muitos se preparam para representar seus quartéis e mostrar à comunidade que a profissão vai além da técnica, salvar vidas é mais que uma simples escolha de trabalho.

Os bombeiros competem, mas aproveitam o evento para trocar experiências e conhecer melhor os colegas de farda.  No dia 24 de junho, foi realizada a etapa estadual em Erechim e três bombeiros da corporação de Estrela participaram das provas, que desafiam os profissionais em situações semelhantes às ocorrências atendidas no dia a dia. Outros três militares da área do 6º Batalhão de Bombeiros Militar (6º BBM), de Santa Cruz do Sul, integraram o time. As duas melhores equipes da etapa participam do Desafio Nacional de Resgate Veicular, que é uma seletiva para o Desafio Mundial de Resgate Veicular (WRC).

No total, foram nove equipes e 40 profissionais disputando as atividades na Praça Jaime Lago, sob os olhos atentos do público. A equipe Bravo 6 (6º BBM) ficou em quarto lugar no ranking geral dos times. Individualmente, os bombeiros dos Vales também se destacaram. Na categoria masculina, o soldado Alexandre Flores Ballin ficou em segundo lugar. Os soldados Anderson Thomaz dos Santos e Alexandre Guilherme Böhmer garantiram a 16ª e 17ª colocação. O soldado Alex Maciel Braseiro ficou em 21º lugar. A única representante regional na categoria feminina da competição, soldado Morgana Pires Koelzer Faller, ficou em terceiro lugar.

Nas disputas os bombeiros precisam demonstrar o preparo físico, capacidade técnica e resistência diante de condições extremas. As provas incluem subida em escada, manuseio de mangueiras, corrida, resgate, e outros desafios. A colocação depende do tempo que o bombeiro leva para completar o percurso. Durante as provas, eles permanecem com a roupa de combate – um uniforme que protege o corpo e pesa cerca de 20 quilos. Além disso, eles também usam cilindro de oxigênio, exatamente como é feito durante os atendimentos de emergência.

Equipe Bravo 6 (6º CRB)
Chefia: tenente Dimas Gottardo (Rio Pardo)
Competidores: soldado Alexandre Flores Ballin (Santa Cruz do Sul); soldado Anderson Thomaz dos Santos (Estrela); soldado Alexandre Guilherme Böhmer (Estrela); soldado Alex Maciel Braseiro (Encantado); e soldado Morgana Pires Koelzer Faller (Estrela).