GAÚCHA: Schirmer diz que RS terá mais PMs nas ruas a partir da semana que vem (ÁUDIO)

20976972Em entrevista à Rádio Gaúcha, secretário da Segurança afirmou que a calamidade na área “não é só no Estado, é no Brasil”

Por: Rádio Gaúcha

O secretário da Segurança, Cezar Schirmer, prometeu implementar medidas já na semana que vem para devolver policiais às ruas. Entre elas, um levantamento de quantos PMs estão cedidos para atuar na secretaria e que possam voltar para o policiamento ostensivo.

“São 394 servidores, muitos Policiais Civis e Policiais Militares da ativa. Pedi que façam listagem de quem está lá o quanto é indispensável”, disse em entrevista no programa Gaúcha Atualidade na manhã desta sexta-feira.

Ele afirmou ainda considerar “inaceitável” que policiais sejam cedidos para atuar junto a deputados. “Os que são motoristas de deputados. Isso é inaceitável. PMs tem que estar nas ruas. Tem que estar numa atividade relevante. O princípio é brigadiano na rua e polícia civil na sua atividade, na investigação policial”.

Entre as primeiras medidas está um mapeamento de todos os policiais militares que estão deslocados para funções administrativas. Segundo Schirmer, já na semana que vem o Rio Grande do Sul terá mais policiais nas ruas.

“O princípio é brigadiano na rua e polícia civil na sua atividade, na investigação policial”, afirmou.

Schirmer admitiu que tem deficiências técnicas na área da segurança, mas que, humildemente vai se cercar dos melhores profissionais para mudar o cenário violento que vive o Estado. E disse que não fará milagres.

“Eu não quero vender falsas ilusões, de que amanhã vai estar tudo resolvido. Isso é impossível”.

Ele ainda falou sobre a situação de violência. “Nós estamos diante de uma calamidade. Não é só no estado. É no Brasil. Somos prisioneiros nas nossas casas”.

Ele ainda falou sobre a situação de violência. “Nós estamos diante de uma calamidade. Não é só no estado. É no Brasil. Somos prisioneiros nas nossas casas”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *