JORNAL A PLATEIA: Brigada Militar realiza mais um leilão de cavalos

Um grande número de compradores esteve presente no leilão que aconteceu na tarde de terça-feira no 2º RPmon tendo uma ótima média nas comercializações

Aconteceu na tarde de terça-feira (28) no quartel do 2º RPmon mais um leilão de equinos colocando em pista vinte cinco lotes com valores iniciais entre R$ 300 a R$ 800 reais, pertencentes à Brigada Militar do Estado do Rio Grande do Sul. Segundo o Comandante do Regimento, Ten. Cel. Adilomar Jacson da Silva, o leilão foi um sucesso, principalmente porque colocou em pista animais diferenciados e com alto padrão, que foram arrematados por até R$ 2.000 mil reais.
“A comunidade, mais uma vez, se fez presente e nós agrademos aos compradores que levaram para casa animais muito bem cuidados que serviram muito bem à Brigada enquanto estavam no serviço e agora será a comunidade que irá dar continuidade nessa relação de parceria que existe entre o homem e o cavalo” destacou.
Os leilões que estão sendo realizados pela Brigada Militar têm como principal objetivo descartar aqueles animais que não se enquadram mais no perfil do policiamento e que possuem mais tempo de vida útil. “O cavalo não é igual uma viatura, por exemplo, a viatura parada não gera despesa. Já os animais não, tem a questão da alimentação, trato com veterinário. Então a Brigada Militar detectou há dois anos um número maior de cavalos do que era necessário por isso a Brigada vem realizando este leilões em Santa Maria, Santana do Livramento, Passo Fundo e Porto Alegre” destacou o comandante.
Ainda segundo o Ten. Coronel Adilomar, o Policiamento Montado dos regimentos está cada vez mais fortalecido com bons cavalos de alto padrão. “A Brigada Militar tem hoje um padrão excelente de animais que estão sendo, inclusive, mandado para outros estados com produção nossa, em Santa Maria. E nesses leilões nós estamos passando para a comunidade aqueles animais de várias raças que fogem do padrão de cavalo para o policiamento. São animais inteligentes, bem adestrados e de excelência que hoje estão sendo substituídos por equinos de um padrão ainda melhor” .

Por: Matias Moura

Deixe uma resposta