Entra em vigor o passe livre para PMs, bombeiros e guardas municipais à paisana, na Capital

162
IMAGEM ILUSTRATIVA
IMAGEM ILUSTRATIVA

Policiais devem fazer cadastro para obter cartão de isenção

Com publicação no Diário Oficial de Porto Alegre desta sexta-feira, passou a vigorar a lei que isenta a tarifa de ônibus para policiais militares e guardas municipais sem farda. O texto foi regulamentado na última segunda-feira pelo prefeito José Fortunati e pela direção da EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação).

Para usufruir do benefício, os policiais devem fazer obter o Cartão Tri de isento através das secretarias de Segurança Pública do Estado ou do município. A isenção beneficia cerca de 1,2 mil soldados da Brigada Militar e do Corpo de Bombeiros, além de 500 integrantes da Guarda Municipal, que até hoje só garantiam transporte de graça ao utilizar o uniforme.

O total de viagens é ilimitado, desde que elas ocorram em horário de serviço. O horário fica comprovado no registro do cartão. A emenda que estendia o benefício a policiais de nível médio da BM e dos Bombeiros, como sargentos e tenentes, foi vetada pelo prefeito.

O projeto de lei levou em conta reivindicações de entidades representativas após a morte de um soldado em outubro do ano passado. Márcio Ricardo Ribeiro, de 42 anos, foi baleado durante um assalto a ônibus na zona Sul de Porto Alegre.

Fonte:Bibiana Borba/Rádio Guaíba