Mais brigadianos

188
17552519
IMAGEM ILUSTRATIVA

A crise vivida pela segurança pública no Rio Grande do Sul ainda está à espera de uma explicação mais convincente do que a propalada crise do caixa do Estado. Se contratados os 2,5 mil brigadianos aprovados em concurso público —eque ainda que aguardam chamamento para preencher as vagas na BM — custariam apenas 6,1% ao ano dos recursos adicionados com o aumento de ICMS que entrou em vigor em 2016. O aumento no ICMS durará, no mínimo, por três anos. O valor para cobrir o custo anual destes profissionais é, portanto, irrisório diante do benefícios que mais brigadianos trariam à segurança e ao bem-estar da população. Por que não contratá-los?

CORREIO DO POVO