Fevereiro tem maior número de assassinatos na Capital desde 2013

149
Assassinatos tiveram maior número desde início de departamento especializado Foto: Jean Schwarz /Agencia RBS
Assassinatos tiveram maior número desde início de departamento especializado
Foto: Jean Schwarz /Agencia RBS

Foram 75 vítimas deste tipo de crime no mês

A Polícia Civil registrou em fevereiro na Capital o número recorde de assassinatos em um mês desde 2013, quando começou a operar o Departamento de Homicídios. Ao todo, foram 75 crimes do tipo. A violência foi tão grande que 13 homicídios chegaram a ser computados em apenas um final de semana.

O alto número de mortes é atribuído ao conflito entre grupos criminosos de bairros de diferentes regiões de Porto Alegre. Conforme o delegado Paulo Grilo, a guerra entre estas facções iniciou em dezembro de 2015. Traficantes dos bairros Vila Cruzeiro e Vila Jardim se aliaram contra outros criminosos que têm como sede o bairro Bom Jesus, mas que também atuam em outras áreas de Porto Alegre.

“Nós tivemos em fevereiro uma situação atípica, porque apesar de haver esses confrontos, as policiais civis e militares conseguem sempre manter a situação sob controle. Fevereiro teve forte recrudescimento principalmente na Vila Jardim e Bom Jesus, onde associações criminosas disputavam terreno e buscavam vingança”, relata o delegado.

O número não computa números de crimes cometidos por adolescentes, tentativas de homicídio ou latrocínios – que é roubar para matar. Ao todo, de acordo com levantamento feito pela Rádio Gaúcha em parceria com o Diário Gaúcho, ocorreram149 assassinatos em Porto Alegre entre o dia 1º de janeiro e 8 de março deste ano.

Operações
Por causa do alto número de ocorrências, a Polícia Civil realiza operações nos bairros conflagrados pelo tráfico para identificar, prender suspeitos e levantar provas que possam incriminar os responsáveis por estes homicídios. Nesta segunda-feira (21),quatro pessoas foram presas em uma operação no bairro Vila Jardim.

GAÚCHA