ABAMF espera o fim do parcelamento salarial e a publicação das promoções

312

net1A ABAMF acompanhou com atenção especial o acordo da dívida encaminhado pelo governador Sartori junto ao Governo Federal. Com a conclusão das negociações de ações de ação imediata – o RS não precisará pagar nada ao Governo Federal por seis meses- a ABAMF espera o fim do parcelamento do salário. “É o fim da tortura para os servidores que precisam rolar dívidas e pagar juros todo o final de mês, perdendo ainda mais do poder aquisitivo” disse o presidente Leonel Lucas.

A empenho da ABAMF passa a ser a publicação das promoções atrasadas e a reposição do efetivo, sem esquecer que o atual governo apenas cumpre reajuste já aprovados. “Desde abril de 2015 não há promoções no nível médio da Brigada Militar e a lei determina que elas sejam publicadas em abril e novembro de cada ano. Os brigadianos exigem o cumprimento da lei”, disse o presidente da ABAMF. A reposição da força humana de trabalho é uma prioridade. A Corporação está com um déficit beirando os 50% e muitos pedidos de ida para a reserva(aposentadoria) devido a falta de perspectiva de ascensão na carreira.

Paulo Rogério N. da Silva

Jornalista ABAMF