PMs mortos após tiroteio na zona leste são identificados

359

Rodrigo da Silva Seixas e Marcelo de Fraga Feijó estavam em uma abordagem de rotina quando foram baleados

Policiais se abraçavam em frente ao HPSMarco Favero / Agencia RBS

GAÚCHAZH

Os policiais militares mortos após tiroteio com criminosos nesta quarta-feira (26), na zona leste de Porto Alegre, foram identificados. Rodrigo da Silva Seixas, 32 anos, e Marcelo de Fraga Feijó, 30, faziam uma abordagem de rotina em um ponto de drogas de um beco na Rua Paulino Azurenha, no bairro Partenon,  quando foram baleados.

Os dois foram socorridos e encaminhados ao Hospital de Pronto Socorro. No entanto, morreram durante atendimento médico. Eles faziam parte do 19º Batalhão de Polícia Militar.

Seixas estava desde outubro de 2009 na corporação e completaria 33 anos em 5 de julho. Já Feijó ingressou na BM em setembro de 2012 e faria aniversário no dia 14 de julho.

Logo após a confirmação das mortes, diversos policiais militares se deslocaram até o HPS. Por volta das 23h30min, ao menos 15 soldados estavam no local, onde o clima era de comoção.

Durante a ação, dois criminosos também morreram.

Em nota, a Brigada Militar confirmou os nomes dos policiais e disse que “não há lamentos que possam preencher o vazio no peito de cada irmão de farda.”

Confira a nota

“Quando tomba um de nós, perde-se muito mais que um brigadiano. Perde-se um filho. Perde-se um pai. Perde-se um esposo. Perde-se um pedaço de nossas almas e corações. Há pouco, a Brigada Militar perdeu, em confronto, os soldados Rodrigo da Silva Seixas e Marcelo de Fraga Feijó, do 19º Batalhão de Polícia Militar, em Porto Alegre. Não há lamentos que possam preencher o vazio no peito de cada irmão de farda.”