Polícia finaliza inquérito e indicia três pelas mortes de PMs em Porto Alegre

246

Foram apontados como responsáveis pelos assassinatos um segurança, o gerente e o líder do tráfico na região

A Polícia Civil finalizou o inquérito sobre a morte dos soldados da Brigada Militar Rodrigo da Silva Seixas, de 32 anos, e Marcelo de Fraga Feijó, de 30, que foram mortos em meio a uma operação, na noite de 26 de junho, em um beco da rua Paulino Azurenha, na zona Leste de Porto Alegre. Foram indiciados um segurança, o gerente e o líder do tráfico na região.

Lucas Iago da Rosa, de 19 anos, Rogério Duarte Nascente, de 32, o Rogerinho, e Vladimir Cardoso Soares, de 49 anos, o Xu, foram apontados como os responsáveis pela morte dos PMs. Acusado de ter disparado contra os policiais, Lucas era quem, junto com o pai, Cléber Josué da Rosa, de 44 anos, fazia a segurança do beco. Cléber também morreu durante o confronto.

Já Rogerinho era gerente do ponto de venda de drogas do Beco da Bruxinha. Embora ele não tenha participado do tiroteio, a investigação apontou que os policiais morreram porque a ordem era proteger a “boca de fumo” administrada por ele e Vladimir, o Xu, que assumiu o controle do tráfico da Conceição após a prisão de Paulo Ricardo Santos da Silva, o Paulão da Conceição, em 2010.

Preso em flagrante após o crime, o jovem de 19 anos que atirou contra os policiais cumpria pena em regime semiaberto por tráfico de drogas e tinha previsão de receber uma tornozeleira eletrônica em 28 de junho, dois dias após o confronto. Rogerinho está preso desde a madrugada após o crime e Vladimir, o Xu, segue foragido da Polícia.

Os três foram indiciados por duplo homicídio duplamente qualificado e organização criminosa. Lucas Iago ainda responde pelo crime de porte ilegal de arma de fogo.

Vaquinha

Desde sábado, a vaquinha criada pelo PM Diogo Pereira para ajudar as esposas dos PMs mortos, ambos do 19º BPM, de Porto Alegre, arrecadou mais de R$ 34,8 mil – três vezes e meia acima do valor inicial previsto, que era de R$ 10 mil. A contribuição pode ser feita até o dia 20 por meio de cartão de crédito ou boleto, no link
https://www.vakinha.com.br/vaquinha/626570.

Além disso, pelo menos 36 dos 55 parlamentares da Assembleia Legislativa arrecadaram, ao todo, mais R$ 3.950. A previsão era repassar os valores às viúvas nessa quinta-feira.

FONTELaura Gross/Rádio Guaíba