Faleceu cabo Noé, o Gaúcho do Beira Rio

198
Seu Noé, o Gaúcho do Beira Rio

O Militar Estadual reformado Noé Melo Fernandes, associado da ABAMF, conhecido como Gaúcho do Beira Rio, um personagem da capital gaúcha, faleceu na noite desta quinta-feira (2/7) aos 85 anos.

Seu Noé ou Cabo Noé como era chamado participou ativamente das atividades da ABAMF e dos movimentos em defesa da categoria durante décadas. Mesmo sentindo o peso da idade visitava a associação com frequência. Era amigo de diretores e funcionários.

Seu Noé também fazia o papel de Papai Noel durante o período natalino. Contou sua trajetória em uma das edições do jornal Tribuna Brigadiana. Ingressou na Brigada Militar na década de 50 e seguiu a carreira até a ida para a reserva.

A ABAMF e a Família Brigadiana estão de luto. Que os familiares e amigos superem a dor desta perda. Seu Noé escreveu uma bonita história de vida que está marcada em jornais, revistas, meios eletrônicos, mas sempre será lembrado como aquele torcedor fanático do Internacional. Aquele que ia pilchado para o estádio, criava trajes e ficava na Esquina Democrática para homenagear o Brasil, a imprensa… Será para sempre o Gaúcho do Beira Rio.

Paulo Rogério N da Silva

Jornalista da ABAMF