Brigada Militar comemora 183 anos de serviços ao RS

129
Viúvas dos soldados Feijó e Rodrigo(19°BPM) receberam a medalha Cruz de Ferro

Foi realizada, na manhã desta quarta-feira (18/11), na Academia de Polícia Militar – APM – a formatura  pela passagem dos 183 anos da Brigada Militar do RS(BM). A cerimônia contou com a presença do governador Eduardo Leite, do vice-governador e secretário de segurança pública, Ranolfo Vieira Jr, além do comandante geral da BM, coronel Mohr e autoridades civis e militares dos três poderes e das Forças Armadas. A ABAMF esteve presente, representada pelo presidente José Clemente e pelo vice-presidente Jairo Rosa.

Foram distribuidas três medalhas diferentes para militares e civis que  destacaram o nome da instituição. As viúvas dos soldados Feijó e Rodrigo(19°BPM), que tombaram em serviço no ano passado, receberam a medalha Cruz de Ferro e o reconhecimento de que os Policiais Militares colocaram a própria vida em risco para proteger a sociedade.

Após ouvir as palavras do governador do RS, Clemente ressaltou que é importante que a valorização tão destacada nos discursos seja concretizada com a modernização da carreira. “As palavras são bonitas, mas os Militares Estaduais desejam ver o reconhecimento em atos que valorizem os militares de nível médio”.

As palavras do presidente da ABAMF foram uma resposta a declaração do governador; “Com alegria observamos os números na segurança pública com queda nos índices de criminalidade. A gente celebra com a BM, hoje, quem está atuando e aqueles que já atuaram”. E se dirigiu as viúvas dos soldados Feijó e Rodrigo, que foram assassinados em serviço.

Eduardo Leite lembrou, ainda, que mesmo nos tempos difíceis que vivemos todos podem contar com a BM: “são 8 meses de pandemia e muitas privações. A vontade de estar próximo nos impõe regras de convivência sobre o que se pode ou não fazer. E o poder polícia do estado se impõe. Não e fácil conviver em sociedade, mas quando temos instituições como a BM temos tranquilidade”.

Houve o anúncio da atuação de mais 890 novos soldados a partir de dezembro. Para o comandante geral da BM, “a preservação dos valores profissional e éticos; respeito aos que antecederam e a capacidade de adequação da BM as necessidades da sociedade gaúcha, são pilares que mantém a BM sempre forte”.

O vice-governador e secretário de segurança do RS, Ranolfo Vieira Junior, resumiu: “Vida longa aqueles que fazem a BM”.

Paulo Rogério N da Silva

Jornalista da ABAMF