Mãe que agrediu professores na Lomba do Pinheiro é presa após atropelar PM

616

No fim da tarde, ela permanecia na 2ª Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento

Foi presa, na tarde desta quinta-feira, a mãe de uma aluna que xingou e agrediu cinco professores da escola Saint Hilaire, ontem, na zona Leste de Porto Alegre. Hoje, ao voltar para a frente da escola e ameaçar os docentes, a mulher se deparou com um PM, que tentou contê-la. Ela voltou para o carro e atropelou o policial, que fazia a segurança em frente à instituição. Às 17h, a mulher permanecia na 2ª Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento.

A mãe da aluna já havia sido detida ontem, após as agressões. Ao entrar na escola ela arremessou mesas, cadeiras e a própria bolsa contra os docentes, além de dar tapas e arranhar os professores. A mulher ameaçou um dos servidores e o atacou verbalmente.

O ataque ocorreu após a filha dela e outros nove alunos terem sido excluídos de um passeio organizado pela escola. Na data combinada, os estudantes não levaram a autorização e o dinheiro e, com isso, perderam vaga no ônibus fretado pelo colégio.

Devido às agressões, as aulas foram suspensas entre hoje e amanhã. A Saint Hillaire conta com 1,2 mil estudantes. Um ato contra a violência é programado para esta sexta-feira.

Com esse caso, chega a nove o total de professores vítimas de agressão verbal e física, em cinco ocorrências envolvendo escolas públicas de Porto Alegre, em duas semanas. Quatro casos ocorreram na rede municipal e um na estadual.

FONTELaura Gross/Rádio Guaíba